Visita de verificação às cerâmicas Nova Dutra, São Silvestre e Vila Nova

3 \03\UTC julho \03\UTC 2014 at 17:36 Deixe um comentário


Nova dutra

Artesanato – Cerâmica Nova Dutra

Em março deste ano, a equipe da Sustainable Carbon, junto com auditores do Ibope Ambiental, realizaram a visita de verificação nas cerâmicas Nova Dutra, São Silvestre e Vila Nova, localizadas no estado do Rio de Janeiro. As visitas foram realizadas nos municípios Pinheiral, Rio Bonito e Itaboraí.

O Projeto, chamado Nova Dutra, São Silvestre and Vila Nova Fuel Switching Project e que incluiu as três cerâmicas, envolve a troca do óleo pesado (BPF), usado como combustível, por biomassas renováveis, como resíduos de madeira, serragem e madeira de reflorestamento. A troca por biomassa iniciou-se em 2006, sendo que o projeto tem duração prevista de 10 anos e pretende reduzir 195.987 toneladas de CO2.

Durante a visita, constatou-se que além da geração de créditos de carbono pela troca de combustível, o projeto possui uma série de benefícios ambientais, sociais e econômicos.  Foram evidenciados os comprovantes de produção e biomassa, bem como os comprovantes do SOCIALCARBON Standard (padrão que avalia os co-benefícios de projetos de carbono), como doações à comunidade, controle financeiro, benefícios ambientais, entre outros. Após a verificação dos documentos, um responsável de cada cerâmica apresentou a fábrica, as etapas do processo produtivo e o estoque de biomassa aos visitantes.

São Silvestre

Escola – Cerâmica São Silvestre

A cerâmica Nova Dutra, por exemplo, contribui com a cultura local, patrocinando eventos e exposições. Entre esses patrocínios, destaca-se a ajuda financeira ao parceiro e artista plástico Antônio Geraldo, incentivando seu trabalho. Há também doações para igrejas e outros departamentos da comunidade. Como perspectiva, a Nova Dutra apontou que está se organizando junto às entidades publicas para criar um projeto de construção de fossa séptica na comunidade e melhorar o saneamento básico dos moradores da região.

Notou-se que a São Silvestre faz doações frequentes para dois principais parceiros: a Associação Viver a Vida – uma associação que colabora com a sustentabilidade da região, recolhendo materiais reciclados do Complexo do Alemão e revendendo para as empresas-, e a escola pública Oscar Moreira Soares. A cerâmica realizou também uma consulta formal às partes interessadas, durante a qual foi possível explicar aos parceiros sobre o projeto de carbono, estreitar os laços com a comunidade e entender melhor suas necessidades.

Vila Nova, por sua vez, faz contribuições mensais para instituições como Pestalozi, Associação Brasileira Beneficente de Recuperação, a ONG CRERPE (um centro de reabilitação para viciados em drogas) e o Convento Centro Educacional Passionista (o qual promove cursos profissionalizantes para a comunidade gratuitamente). A cerâmica também costuma visitar as instituições e procura fornecer ajuda além das doações financeiras, como o envio de um funcionário da cerâmica para ajudar na pintura da Instituição Pestalozi. A cerâmica, ainda, visitou recentemente a CRERPE, onde realizou uma palestra ambiental e ajudou na reconstrução de uma horta na instituição. Quanto à gestão ambiental, a cerâmica passou por algumas modificações em seu processo produtivo, o que resultou na redução do consumo de água, biomassa e energia.

Vila Nova

Sala de Aula – Cerâmica Vila Nova

A visita de verificação foi muito positiva, e pode-se perceber o interesse das cerâmicas no projeto de redução de emissões e no investimento em melhorias na fábrica e na comunidade local. A Sustainable Carbon aproveitou a visita e levou um produtor audiovisual para coletar imagens das cerâmicas e das instituições beneficiadas, para a produção de um vídeo institucional sobre o projeto. O objetivo do vídeo é divulgar o projeto e seus benefícios aos stakeholders da empresa, bem como para futuros clientes. Fiquem ligados no site da Sustainable Carbon www.sustainablecarbon.com/br/ para as novidades!

Entry filed under: Sustentabilidade. Tags: .

Primeira visita de verificação ao Ecomapuá Amazon REDD Project TAM e Sustainable Carbon rumo à economia de baixo carbono

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Inscreva-se para receber notificações de novos artigos por email!

Junte-se a 47 outros seguidores

Nosso Facebook

Nosso Twitter

  • Você sabe por que nossos créditos de carbono são premium? Além de auxiliarmos nossos clientes a serem mais... fb.me/8iUGQ99RK 19 hours ago
  • Compartilhamos com vocês as impressões de Divaldo Rezende, vice-presidente do Instituto Ecológica, sobre a COP... fb.me/7qgdfhFFh 2 days ago
  • Nossos projetos, além de reduzirem a emissão de gases de efeito estufa, também promovem o desenvolvimento... fb.me/LeTywejZ 3 days ago
  • Destacamos alguns dados divulgados no relatório anual da Forest Trends para manter vocês atualizados sobre o... fb.me/JTuvOsjn 1 week ago
  • Separamos algumas iniciativas do Brasil, Russia, Índia, China e África do Sul que demonstram, em pequena ou... fb.me/3mqG4aCna 1 week ago

%d blogueiros gostam disto: