O estado de São Paulo publica primeiro inventário de emissões de gases de efeito estufa

20 \20\UTC abril \20\UTC 2011 at 17:20 1 comentário


No dia 20 de abril de 2011, representantes da Sustainable Carbon, juntamente com outros representantes da sociedade civil e do Poder Público, estiveram presentes no auditório Augusto Ruschi, na sede da CETESB – Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, para o lançamento do 1º Inventário de Emissões Antrópicas de Gases de Efeito Estufa (GEEs) Diretos e Indiretos do Estado de São Paulo – período  1990 a 2008.

O documento foi elaborado pelo Programa Estadual de Mudanças Climáticas – PROCLIMA, da CETESB e da Secretaria de Meio Ambiente – SEMA, com apoio da Embaixada Britânica no Brasil, representada pelo embaixador Alan Charlton, que considerou o Inventário de São Paulo o mais completo do mundo, até então. Segundo ele “a transição para o mercado de carbono é a revolução industrial do século XXI. É o verdadeiro instrumento para uma economia verde”, por isso um inventário desse nível torna-se tão necessário.

O Inventário usou como base a metodologia aprovada pelo Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas – IPCC, da Organização das Nações Unidas – ONU, de modo a permitir uma comparação dos resultados com os do inventário nacional. As estimativas incluem não apenas os gases listados pelo Protocolo de Kyoto, mas também os CFCs e HCFCs, gases destruidores da camada de ozônio, regulamentados pelo Protocolo de Montreal e com alto potencial de aquecimento global.

João Wagner (Coordenador do PROCLIMA), responsável pela Coordenação Técnica do Inventário, apresentou diversos dados. Um dos mais interessantes diz respeito à distribuição percentual das emissões de São Paulo e no Brasil. Quando comparado ao Brasil, por exemplo, o Inventário mostra que, no estado de São Paulo, o maior responsável pelas emissões de GEE é o setor elétrico (57,2%), enquanto que a nível nacional esse número fica em 15%. No entanto, São Paulo representa o maior consumidor da produção madeireira.

Neste sentido, a legislação estadual é uma das mais ambiciosas, pois prevê a redução das emissões de gases causadores de efeito estufa em 20% até 2020 comparados aos níveis de 2005 – ano de referência usada tanto pela Política Estadual de Mudanças Climáticas de São Paulo – PEMC (Lei Estadual 13.798/09) quanto pelo Inventário apresentado.

Esses e outros dados do Inventário podem ser consultados na internet, no próprio site da CETESB. Já a versão impressa, que também terá exemplares em inglês, deve sair dentro de 2 meses, de acordo com João Wagner.

Entry filed under: Sem categoria. Tags: .

Vulcão replanta árvores na cerâmica Cerâmica Gomes de Mattos eleva o padrão de investimento em sustentabilidade no setor ceramista brasileiro

1 Comentário Add your own

  • 1. Enriqueta  |  30 \30\UTC junho \30\UTC 2013 às 14:40

    Hello to every single one, it’s genuinely a nice for me to visit this website, it contains precious Information.

    Responder

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Inscreva-se para receber notificações de novos artigos por email!

Junte-se a 47 outros seguidores

Nosso Facebook

Nosso Twitter


%d blogueiros gostam disto: