Créditos podem ser vendidos antes de serem gerados

14 \14\UTC setembro \14\UTC 2010 at 19:50 Deixe um comentário


No mercado de créditos de carbono, uma modalidade de venda é a de comercializar os créditos antes de que eles sejam gerados. Isso se dá por meio de contratos, chamados de VERPAs (Verified Emission Reduction Purchase Agreement).

Para isso acontecer, o projeto de carbono, como os realizados pelas cerâmicas em co-desenvolvimento com a Sustainable Carbon, precisam ser validados por uma Entidade Operacional Designada.  A partir da validação, os créditos já podem ser vendidos antes de serem gerados.

Isso acontece quando uma empresa que deseja comprar créditos de carbono assina um contrato se comprometendo a adquirir uma determinada quantidade de redução de emissões. Em contrapartida, uma outra empresa se compromete a verificá-los e a entregá-los. Por exemplo, quando um comprador quer adquirir créditos de todo o ano de 2010 em diante de determinada cerâmica, é feito um contrato que celebra que todos os créditos daquela cerâmica estão “prometidos” para determinada empresa.

Nos contratos, estão  previstas penas para todas as partes envolvidas caso uma das cláusulas não sejam cumpridas. Por isso, é MUITO IMPORTANTE ler atentamente ao contrato. Para diminuir o risco, alguns contratos são cobertos por seguradoras.

Esse tipo de venda também envolve riscos. Para o comprador, há o risco de o projeto não ser bom ou de haver algum problema, o que pode impedir a verificação dos créditos e, consequentemente, o comprador não recebe os créditos com os quais estava contando. Já para o vendedor, além de prejudicar sua imagem por não cumprir um acordo, terá de arcar com as penalidades do contrato, como multas. Por essas razões, o mais comum nesse tipo de negociação é o pagamento ocorrer apenas quando os créditos são entregues. Caso o comprador desista da compra, também sofrerá sanções.

Para uma cerâmica organizada, que têm todos as licenças e documentos em ordem, está de acordo com a legislação e zela pela projeto de substituição de combustível, vender os créditos antecipadamente pode ser um bom negócio, já que quando isso ocorre, a demanda é garantida. O preço dos créditos nesse tipo de comercialização é especificado no contrato.
*Colaborou Heloísa Garcia.

Anúncios

Entry filed under: Mercado de Carbono.

Cerâmica Luara é destaque na Revista Imprensa Dia Global de Soluções Climáticas – 10 de outubro

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Inscreva-se para receber notificações de novos artigos por email!

Junte-se a 47 outros seguidores

Nosso Facebook

Nosso Twitter

  • Preparamos uma análise sobre o Cerrado brasileiro, com características e desafios do Bioma. A Sustainable Carbon... fb.me/1Nu5z6Dnp 3 days ago
  • Levamos nossos novos colaboradores para o 5º período de monitoramento das cerâmicas no Rio de Janeiro. Conheça... fb.me/2KzuG3Qs0 4 days ago
  • Em Bonn, na Alemanha, não foi só o chanceler brasileiro que "alfinetou" Donald Trump. Leia mais. fb.me/3L751ilZI 5 days ago
  • O Projeto REDD Florestal Santa Maria preserva sua área de mata natural, reduz o desmatamento da Amazônia, diminui... fb.me/1blQs35aD 1 week ago
  • Você acredita que pode dar certo? Também já teve alguma ideia para reduzir o aquecimento no Ártico? fb.me/3Cct3Ym7i 1 week ago

%d blogueiros gostam disto: