Como o seu negócio está relacionado com as mudanças climáticas?

22 \22\UTC abril \22\UTC 2010 at 16:43 Deixe um comentário


Cerâmica Kitambar, de Caruaru (PE), que reduziu a emissão de gases do efeito estufa

O Brasil é hoje o quarto maior emissor de gases de efeito estufa para a atmosfera. Isso ocorre devido aos altos níveis de desmatamento nos mais importantes biomas do país: caatinga, cerrado, mata atlântica e amazônia. De acordo com especialistas, a maior causa de emissão de gases do efeito estufa em países em desenvolvimento é o desmatamento. Além dele, o uso de combustíveis fósseis (como óleo pesado e petróleo) e as atividades industriais também estão no topo do ranking das atividades humanas que causam o efeito estufa.

Atualmente, a indústria de cerâmica vermelha no Brasil utiliza como principal combustível para seus fornos a lenha nativa de diferentes biomas ou combustível fóssil. Isso significa que no cenário atual a maioria das indústrias cerâmicas contribui para a emissão de gases de efeito estufa para a atmosfera.

Mas isso pode ser alterado. Trocando seu combustível por biomassa renovável e seguindo as especificações de metodologias propostas pela ONU (Organização das Nações Unidas) para a redução de emissões, é possível que sua empresa reduza as emissões de gases de efeito estufa.

Ao reduzir a emissão desses gases é possível gerar créditos de carbono que podem ser vendidos no Mercado Voluntário de Carbono. Além disso, o projeto de substituição de combustível pode melhorar sua empresa em vários aspectos, incluindo a produtividade e eficiência tecnológica.

A Carbono Sustentável (antiga Carbono Social Serviços Ambientais) tem o maior portfólio de projetos de substituição de combustível no Mercado Voluntário e utiliza o CARBONOSOCIAL, que garante a qualidade dos projetos e a sustentabilidade de seu empreendimento. Além de codesenvolver o projeto de carbono junto à sua empresa, a Carbono Sustentável apresenta nomes importantes na sua lista de compradores de créditos, como Banco Mundial, Natura e JP Morgan.

Uso de biomassa como combustível desenvolveu o comércio de coco na região de Caruaru (PE)

“A primeira vez que a Carbono Sustentável me procurou para falar do projeto de créditos de carbono, confesso que tive receio. Mas auxiliado por seus assessores técnicos levei a troca de combustível à frente, validamos o projeto e verificamos os créditos. Além de ter recebido o dinheiro da venda dos créditos, minha empresa se organizou muito mais, já que os validadores e os próprios compradores trabalham de maneira muito séria e exigem evidências em todo o processo de desenvolvimento do projeto”, diz Antônio Marcos, proprietário da Cerâmica Kitambar, de Caruaru (PE).

Anúncios

Entry filed under: Cerâmicas, Mudanças Climáticas, Pernambuco.

Como as mudanças climáticas afetam sua vida? Acompanhe as emissões de CO2 de cada país

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Inscreva-se para receber notificações de novos artigos por email!

Junte-se a 47 outros seguidores

Nosso Facebook

Nosso Twitter

  • Preparamos uma análise sobre o Cerrado brasileiro, com características e desafios do Bioma. A Sustainable Carbon... fb.me/1Nu5z6Dnp 3 days ago
  • Levamos nossos novos colaboradores para o 5º período de monitoramento das cerâmicas no Rio de Janeiro. Conheça... fb.me/2KzuG3Qs0 4 days ago
  • Em Bonn, na Alemanha, não foi só o chanceler brasileiro que "alfinetou" Donald Trump. Leia mais. fb.me/3L751ilZI 5 days ago
  • O Projeto REDD Florestal Santa Maria preserva sua área de mata natural, reduz o desmatamento da Amazônia, diminui... fb.me/1blQs35aD 1 week ago
  • Você acredita que pode dar certo? Também já teve alguma ideia para reduzir o aquecimento no Ártico? fb.me/3Cct3Ym7i 1 week ago

%d blogueiros gostam disto: