Você sabe o que é um standard?

4 \04\UTC março \04\UTC 2010 at 14:59 Deixe um comentário


O presidente da Carbono Social, Stefano Merlin, explica o que é um standard durante evento em São Paulo

Nas negociações de crédito de carbono, palavras estrangeiras são comuns. Standard é uma delas.  No dicionário, o termo de origem inglesa, significa “padrão”. No mercado de carbono também. Segundo o presidente da Carbono Sustentável (antiga Carbono Social Serviços Ambientais), Stefano Merlin, standard
é um padrão utilizado para o desenvolvimento de projetos no mercado voluntário. O CARBONOSOCIAL é um dos standards do mercado voluntário. Ou seja, as cerâmicas que possuem projetos de redução de emissões geridos pela Carbono Sustentável emitem créditos de carbono do standard CARBONOSOCIAL.

Segundo Merlin, os standards devem garantir aos compradores confiabilidade das metodologias utilizadas; transparência nas transações; qualidade e contribuição para o desenvolvimento sustentável. “Atualmente, os diferentes tipos de standard são fatores decisivos para a escolha dos compradores que adquirem créditos de carbono”, disse o presidente da Carbono Sustentável, durante o Seminário Internacional Oportunidades e Desafios do Mercado de Carbono Pós COP-15, realizado na última semana, em São Paulo.

Os standards utilizados para gerar reduções de carbono devem incluir, de acordo com Merlin, mecanismos de contabilização de redução de emissões; procedimentos de monitoramento, validação e verificação de emissões e sistemas de registros para a transação dos créditos, que garantem a transparência e credibilidade das movimentações dos créditos, evitando a dupla contagem. Os créditos CARBONOSOCIAL são registrados no sistema da Markit Environmental Registry.

CARBONOSOCIAL –  Como o CARBONOSOCIAL é um standard complementar, que potencializa co-benefícios sociais, econômicos e ambientais em projetos de redução de emissões, ele é utilizado em combinação com outros standards do mercado, como por exemplo o Voluntary Carbon Standard (VCS). Hoje, CARBONOSOCIAL e VCS são os principais standards do mundo, com domínio de mais de 90% do mercado voluntário, segundo a empresa de pesquisa Bloomberg New Energy Finance.

De acordo com a coordenadora de sustentabilidade da Carbono Sustentável, Heloísa Mota, quando uma cerâmica segue corretamente os pré-requisitos do standard CARBONOSOCIAL, como o compromisso de investir na cerâmica e nas melhorias de condições de trabalho para os empregados e ainda mantém ações voltadas para a sustentabilidade ambiental e social, os compradores se ineressam mais pelo projeto. “Eles (compradores) pagam mais por isso.”

Para saber mais sobre o CARBONOSOCIAL acesse www.ecologica.org.br

Entry filed under: Mercado de Carbono. Tags: .

Conheça mais sobre o mercado voluntário de carbono Acordo de Copenhague permanece para o longo prazo

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Inscreva-se para receber notificações de novos artigos por email!

Junte-se a 47 outros seguidores

Nosso Facebook

Nosso Twitter

  • Você sabe por que nossos créditos de carbono são premium? Além de auxiliarmos nossos clientes a serem mais... fb.me/8iUGQ99RK 20 hours ago
  • Compartilhamos com vocês as impressões de Divaldo Rezende, vice-presidente do Instituto Ecológica, sobre a COP... fb.me/7qgdfhFFh 2 days ago
  • Nossos projetos, além de reduzirem a emissão de gases de efeito estufa, também promovem o desenvolvimento... fb.me/LeTywejZ 3 days ago
  • Destacamos alguns dados divulgados no relatório anual da Forest Trends para manter vocês atualizados sobre o... fb.me/JTuvOsjn 1 week ago
  • Separamos algumas iniciativas do Brasil, Russia, Índia, China e África do Sul que demonstram, em pequena ou... fb.me/3mqG4aCna 1 week ago

%d blogueiros gostam disto: