Casca da castanha de caju é opção de biomassa no Nordeste

9 \09\UTC novembro \09\UTC 2009 at 20:46 4 comentários


A casca da castanha de caju é uma boa opção de biomassa renovável para as cerâmicas do Norte e Nordeste  do Brasil, sobretudo para as cearenses. O Ceará é o maior produtor de caju do País e devido à grande quantidade produzida, seu preço é baixo.

Essa biomassa pode ser utilizada com os queimadores tradicionais, já que é uma material parcialmente granulado, leve e maleável. “Além disso, a casca de castanha de caju apresenta um poder calorífico satisfatório em comparação com as outras biomassas”, conta o engenheiro Cezar Alves. O poder calorífico da castanha de caju é de 4.700 kcal/Kg

A casca da castanha de caju é utilizada para auxiliar a queima juntamente com outras biomassas, ou seja, é complementar. A Cerâmica Assunção, de Aquiraz (CE), utiliza aproximadamente 49 toneladas por mês desse combustível, além também de abastecer os fornos com casca de coco e outras biomassas. A tonelada d casca da castanha de caju custa R$ 100. O engenheiro alerta que a armazenagem deve ser cuidadosa para não ocorrer perda pelo vento ou pela chuva.

De acordo com Alves, a casca da castanha de caju constitui um grande problema ambiental no Nordeste. Como lá a produção é muito grande, o descarte ocupa muito espaço nos aterros sanitários. Ao se usar castanha de caju como combustível, esse impacto ambiental é reduzido.

Entry filed under: Biomassas Renováveis. Tags: .

Estudo de viabilidade: 1º passo para gerar créditos de carbono Diferentes tipos de biomassa exigem instalação de injetor

4 Comentários Add your own

  • 1. Paulo Carvalho  |  14 \14\UTC setembro \14\UTC 2010 às 18:20

    Boa tarde,

    Onde posso encontrar fornecedores de biomassa como, casca de castanha de caju, de coco, ou outros como bagaço de cana, de babaçu, gostaria de saber o poder calorifico de uma tonelada de casca de castanha de caju.

    Att: Paulo Cesar

    Responder
    • 2. carlos daniel  |  29 \29\UTC março \29\UTC 2012 às 19:21

      Vai procurar cara. Informação é ouro!

      Responder
  • 3. feb de melo  |  30 \30\UTC outubro \30\UTC 2012 às 9:53

    ola paulo césar bom dia! falo em nome da Empresa FEB DE MELO e dispomos casca de castanha, pra maiores informaões entrar em contato conosco.

    tel: (84) 9922 9133
    (84) 3061 7475

    ou nosso email: FEBDEMELO1@HOTMAIL.COM

    Responder
  • 4. Phil  |  2 \02\UTC maio \02\UTC 2013 às 15:43

    Em minha dissertação estou desenvolvendo na UFC um reator para queimar casca de castanha de caju e ter uma redução significativa na emissão de poluentes (material particulado(MP) e hidrocarbonetos não queimados, nivel de alcatrão).
    Apesar da queima direta ser uma boa alternativa financeira, mas a emissão de MP, principalmente em reatores convencionais é grande, gerando tb um problema ambiental grave. Não é só queimar a castanha, a solução é como queimar-la para obter eergia

    Responder

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Inscreva-se para receber notificações de novos artigos por email!

Junte-se a 47 outros seguidores

Nosso Facebook

Nosso Twitter

  • Você sabe por que nossos créditos de carbono são premium? Além de auxiliarmos nossos clientes a serem mais... fb.me/8iUGQ99RK 20 hours ago
  • Compartilhamos com vocês as impressões de Divaldo Rezende, vice-presidente do Instituto Ecológica, sobre a COP... fb.me/7qgdfhFFh 2 days ago
  • Nossos projetos, além de reduzirem a emissão de gases de efeito estufa, também promovem o desenvolvimento... fb.me/LeTywejZ 3 days ago
  • Destacamos alguns dados divulgados no relatório anual da Forest Trends para manter vocês atualizados sobre o... fb.me/JTuvOsjn 1 week ago
  • Separamos algumas iniciativas do Brasil, Russia, Índia, China e África do Sul que demonstram, em pequena ou... fb.me/3mqG4aCna 1 week ago

%d blogueiros gostam disto: