Briquete não é bagaço. Entenda a diferença!

18 \18\UTC setembro \18\UTC 2009 at 18:03 Deixe um comentário


Queimar bagaço exige investimento

Apesar de o briquete e o bagaço serem derivados da cana de açúcar, essas biomassas não são o mesmo produto. “O bagaço é um resíduo in natura que existe nas lavouras de cana e pode ser utilizado em caldeiras ou fornos. Quando esseresíduo é prensado e compactado, se torna um briquete”, explica o analista técnico da Carbono Sustentável (antiga Carbono Social), Gabriel Toledo Piza.

“O briquete é o bagaço que foi compactado sob pressão, portanto libera uma grande caloria com um volume reduzido”, conta o analista técnico, dizendo que por isso, o preço do briquete é mais caro. A cerâmica Bom Jesus, de Paudalho (PE) paga R$ 230,00 por tonelada de briquete.

Na maioria dos casos, o processo de briquetagem é realizado fora da cerâmica, por empresas especializadas. Segundo  Piza, o equipamento de prensa do bagaço, chamado de briquetadeira, é grande e de alto custo.

Mas apesar de ser mais barato, usar bagaço exige investimento em tecnologia. Segundo o também analista técnico Thales Carra, para queimar essa biomassa é necessário instalar queimadores ou injetores. “Esses equipamentos injetam automaticamente a biomassa e o ar, já que é inviável a injeção totalmente manual.”

Produção – Os fornos não costumam ser abastecidos apenas com uma biomassa. Há sempre uma mistura de combustíveis. Um exemplo é a cerâmica Maguari, de Nazaré da Mata  (PE), que utiliza 80 kg de briquete, entre outras biomassas, para produzir 1 milhão de peças.

Anúncios

Entry filed under: Bagaço/briquete de cana, Biomassas Renováveis.

Resíduos de cana são combustíveis para cerâmicas Cerâmicas investem no desenvolvimento social

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Inscreva-se para receber notificações de novos artigos por email!

Junte-se a 47 outros seguidores

Nosso Facebook

Nosso Twitter

  • Preparamos uma análise sobre o Cerrado brasileiro, com características e desafios do Bioma. A Sustainable Carbon... fb.me/1Nu5z6Dnp 3 days ago
  • Levamos nossos novos colaboradores para o 5º período de monitoramento das cerâmicas no Rio de Janeiro. Conheça... fb.me/2KzuG3Qs0 4 days ago
  • Em Bonn, na Alemanha, não foi só o chanceler brasileiro que "alfinetou" Donald Trump. Leia mais. fb.me/3L751ilZI 5 days ago
  • O Projeto REDD Florestal Santa Maria preserva sua área de mata natural, reduz o desmatamento da Amazônia, diminui... fb.me/1blQs35aD 1 week ago
  • Você acredita que pode dar certo? Também já teve alguma ideia para reduzir o aquecimento no Ártico? fb.me/3Cct3Ym7i 1 week ago

%d blogueiros gostam disto: