Banco Mundial compra créditos de cerâmicas

14 \14\UTC agosto \14\UTC 2009 at 15:36 Deixe um comentário


Argibem vendeu créditos para o Banco Mundial

O Banco Mundial escolheu os créditos de carbono gerados pelas cerâmicas que aplicam a metodologia do CARBONOSOCIAL para neutralizar suas emissões de gases do  efeito estufa e atingir as metas socioambientais estipuladas pelo seu programa ambiental chamado “Desenvolvimento e Mudanças Climáticas”.

A instituição financeira comprou créditos das cerâmicas do Sudeste, Norte e Nordeste que usam biomassa renovável como bagaço de cana de açúcar, casca de arroz, caroço de açaí, serragem, entre outros, para acender e aquecer os fornos que produzem tijolos, blocos e telhas.

As cerâmicas que venderam os créditos foram:

– Kitambar (PE)
– Tapajós (SP)
– Argibem (RJ)
– Olaria São Sebastião (RJ)
– Vulcão (RJ)
– CGM (CE)
– Nascente (SP)
– Lucevans (SP)

Os créditos de carbono gerados por essas cerâmicas foram emitidos pela certificadora alemã TÜV Nord, com base no standard do VCS (Voluntary Carbon Standard).

O Banco Mundial transferiu os créditos para dois de seus departamentos: o International Finance Corporation (IFC, Empresa Financeira Internacional) e o International Bank for Reconstruction and Development (IRBD, Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento).

“Estamos felizes com a possibilidade de levar ao mercado os benefícios dos projetos que reduzem as emissões e  geram desenvolvimento socioambiental”, diz o diretor-presidente da Sustainable Carbon (antiga Carbono Social Serviços Ambientais), Stefano Merlin.

Banco Mundial – É uma organização internacional, composta por 185 países, que ajuda governos de países em desenvolvimento, como o Brasil, a reduzir a pobreza por meio de empréstimos e experiência técnica para projetos em diversas áreas, como a construção de escolas, hospitais, estradas e o desenvolvimento de projetos que ajudam a melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Para ver fotos das cerâmicas clique aqui

Entry filed under: Ceará, Cerâmicas, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo. Tags: .

Luara apresenta projeto de carbono na Fiesp Cerâmicas fluminenses recebem certificado da Carbono Sustentável

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Inscreva-se para receber notificações de novos artigos por email!

Junte-se a 47 outros seguidores

Nosso Facebook

Nosso Twitter


%d blogueiros gostam disto: